Amarelou? Deputado Delegado Waldir não comparece à sessão que livrou Temer

0

Depois de protagonizar um espetáculo de indignação por ter sido substituído na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, na véspera da votação do parecer que pedia a continuidade da denúncia contra o presidente Michel Temer, o deputado federal Delegado Waldir Soares (PR), o campeão de votos em Goiás nas últimas eleições, não compareceu à sessão da Câmara de ontem, 2, que votou o parecer aprovado na CCJ. Por 263 votos a seu favor, Michel Temer se viu livre, pelo menos por enquanto, da degola no Supremo Tribunal Federal. Pelos critérios de votação, as ausências e abstenções favoreceriam o presidente.

A ausência do Delegado Waldir causou constrangimento e decepção junto ao seu eleitorado. O deputado, que chegou a acusar o presidente de estar cooptando deputados por meio de liberação de emendas, não estava no plenário quando foi chamado para proferir seu voto. Foi o único goiano ausente. Com 263 contra a admissibilidade da denúncia, 227 a favor, 19 ausências e 2 abstenções, a Câmara deu ao presidente Michel Temer, que tem apenas 4% de aprovação, uma sobrevida. O alívio, porém, pode não durar muito. Tudo vai depender de nova denúncia que deve ser apresentada pelo procurador-geral, Rodrigo Janot.

Sobre o autor

Graduando em Administração de Empresas pela UFG - Campus Goiânia, crítico das práticas politiqueiras e absolutamente intolerante a corrupção. @regesmaia

Deixe um comentário