Connect with us

Política

Avesso à democracia, Governo de Goiás diz que vai
criminalizar movimento estudantil.

Published

on

No exercício do quarto mandato como Governador do Estado, Marconi Perillo (PSDB) demonstra pouca simpatia pelos movimentos democráticos no estado. Dessa vez, abespinhado com a ocupação das escolas estaduais pelos jovens alunos secundaristas, que lutam contra a terceirização da educação goiana às Organizações Sociais, como pretende o Governo, Marconi disse que vai abrir ações criminais contra os líderes do movimento.

A informação, publicada na coluna Giro de hoje, 15/12, diz que o governo entrará com representação criminal contra lideranças das ocupações. Segundo a nota do jornal, “O núcleo de inteligência do governo tem monitorado algumas lideranças do movimento e desconfia que muitos dos estudantes foram recrutados de outros Estados por partidos e sindicatos”, fato que não foi provado pelas autoridades.

Desde a últiima quinta-feira, 10/12, nove escolas foram ocupadas por alunos secundaristas de Goiânia e região metropolitana, que protestam contra a entrega das escolas públicas estaduais goianas às Organizações Sociais, como já foi anunciado pelo Governo Estadual. Os alunos dizem que a terceirização, como eles chamam, será um retrocesso e tende a precarizar ainda mais o ensino público em Goiás.

A Universidade Federal de Goiás, por meio da Faculdade de Educação, emitiu nota pública se posicionando contrariamente à militarização e à proposta de gestão escolar via OS por entender que não é por nenhuma dessas duas vias que o estado alcançará o objetivo de construir uma escola verdadeiramente pública, laica, gratuita e de qualidade para todos.

A judicialização tem sido a ferramenta do Governo de Goiás para coibir a discussão e os protestos democráticos contra o autoritarismo e a má gestão do tucano ao longo de quase 16 anos. A realidade, que o governo tenta sobrepujar pelas caras e bem articuladas campanhas midiáticas, mostra um estado falido e a caminho da insolvência. O vazio de políticas públicas, sobretudo pela falta de recursos financeiros, tem levado o Estado à beira do caos e colocado a população em iminente risco pelos altos índices de criminalidade que assola Goiás.

Continue Reading

Copyright © 2020 - Nos Opinando - Liberdade de opinião em primeiro lugar. Shared By Fancy Text Generator