Bate o desespero na base e Marconi Perillo estaria buscando aproximação com o PMDB

0

Pressentindo que o candidato da base, o vice-governador, José Eliton, não decola nem com “reza braba”, notícias publicadas nos jornais goianos indicam que Marconi Perillo estaria buscando aproximação com o PMDB, o principal partido de oposição no Estado. Segundo nota publicada na coluna Giro, do Jornal O Popular, o governador de Goiás estaria cogitando a hipótese de convidar o deputado federal e pré-candidato ao governo em 2018, Daniel Viela, para ser o vice do candidato tucano. O jornalista Jarbas Rodrigues, que assina a coluna no jornal de maior circulação em Goiás, não diz, porém,  qual seria a oferta grandiosa que levaria Daniel Vilela a aceitar proposta nesse sentido.

Obviamente, ninguém acredita que tal aliança seja possível, mas em política o improvável mora na próxima esquina. A verdade é que Marconi Perillo se dá conta de que José Eliton não vai se viabilizar, por que lhe falta, sobretudo, apelo popular. Diante disso, e sabendo que não pode ter um oposicionista do calibre de Ronaldo Caiado no comando do Estado, já que há muito escondido debaixo do tapete, Perillo começa a apelar para todos os santos e possibilidades. É sabido que o governador e Maguito Vilela, pai de Daniel, têm um estreita relação de amizade e o discurso maguitista sempre foi muito ameno em relação a Marconi Perillo. De fato, a ponte mais curta para que Daniel chegue ao governo de Goiás é sem dúvidas essa pinguela ensaiada por Marconi. Mas a pergunta é: será que essa “pinguela” suportaria o peso do desgaste que uma aliança dessa natureza causaria junto ao eleitorado goiano?

 

Sobre o autor

Graduando em Administração de Empresas pela UFG - Campus Goiânia, crítico das práticas politiqueiras e absolutamente intolerante a corrupção. @regesmaia

Comments are closed.