Blog Goiás24Horas divulga informação falsa e deve responder judicialmente

0

O site Goiás24Horas, supostamente ligado ao governo de Goiás, e que apenas em 2017 recebeu mais de R$ 104 mil em verbas públicas, divulgou na manhã de hoje, 13, que o Blog Opinando teria recebido recursos da prefeitura de Goiânia. O site diz que se baseou em relatório enviado pela própria Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Goiânia ao vereador Jorge Kajuru. Sem apresentar elementos de prova, o site insinua que a prefeitura teria feito pagamentos na ordem de R$ 426 mil ao Opinando, o que é absolutamente falso, uma vez que o Blog jamais recebeu qualquer valor da prefeitura de Goiânia. Medidas judicias devem ser tomadas para restabelecer a verdade.

O site Goiás24Horas tem se especializado em divulgar informações falsas e a caluniar os críticos do governo de Marconi Perillo, sempre protegido pelo anonimato, já que suas postagens não são assinadas. O site não divulga, também, os dados que permitiriam identificar seu proprietário, editor e colaboradores. Em 2016, o Ministério Público de Goiás, por meio de sua representante titular da 78ª Promotoria de Justiça de Goiânia, Villis Marra, instaurou inquérito civil público para apurar possíveis irregularidades na veiculação de notícias pelo Blog Goias24Horas com o cunho eminentemente difamatório, calunioso e injurioso contra as pessoas que porventura possam emitir opiniões contrárias a órgãos ou secretarias do Governo Estadual.

Por essa mesma prática, o promotor de justiça Fernando Krebs também representou contra o referido site e solicitou que seu editor-chefe seja identificado e seja averiguado se há gastos do governo com a publicação. Na época, o proprietário do site se identificou como Cristiano Silva e negou que tenha difamado o promotor. Para receber recursos do governo de Goiás, o site Goiás24Horas tem emitido, em sua maioria, notas fiscais em nome da empresa Plena Comunicação e Publicidade Ltda, localizada em Anápolis, cujo quadro societário é composto por Marcus Vinícius de Alencar Isaac e Maria Auxiliadora Cardoso.

Vejam aqui a relação de pagamentos feitos ao site Goiás24Horas no ano de 2017.  Os números são do portal da transparência do Governo de Goiás.

Sobre o autor

Graduando em Administração de Empresas pela UFG - Campus Goiânia, crítico das práticas politiqueiras e absolutamente intolerante a corrupção. @regesmaia

Deixe um comentário