Blogs pagos com dinheiro público para defender Marconi Perillo e atacar seus adversários entram na mira da justiça


Sites teriam recebido mais de R$ 1 milhão em dinheiro público entre os anos de 2015 e 2017 para defender o governo de Goiás e achincalhar integrantes da oposição e outros críticos da administração tucana

0

O Ministério Público de Goiás ajuizou ação civil pública por ato de improbidade administrativa, com pedido de tutela provisória de evidência, contra o proprietário de um blog, uma empresa de comunicação, o atual secretário de Governo, João Furtado de Mendonça Neto, o titular da Secretaria da Fazenda (Sefaz), Manoel Xavier Ferreira Filho e o diretor do Grupo Executivo de Comunicação (Gecom) Luiz José Siqueira.

Na ação, proposta pelo promotor de Justiça titular da 57ª Promotoria de Defesa do Patrimônio Público, Fernando Krebs, o MP-GO ainda solicita o bloqueio de bens dos envolvidos e o pagamento de multa civil que, somada, chega ao valor de R$ 1,6 milhão.

Conforme a ação, entre 2015 e 2017, agentes públicos do governo responsáveis pela publicidade institucional e do Departamento Estadual de Trânsito de Goiás (Detran-GO) destinaram “vultuosas verbas públicas para ‘blogs’ na Internet, os quais, em troca de dinheiro público, publicavam matérias favoráveis ao Governo do Estado de Goiás e a Marconi Perillo, bem como matérias atacando adversários políticos do ex-Governador e de seu grupo político-partidário.

Fonte: Jornal O Popular

 

Sobre o autor

Graduando em Administração de Empresas pela UFG - Campus Goiânia, crítico das práticas politiqueiras e absolutamente intolerante a corrupção. @regesmaia

Comments are closed.