Cotado para presidir a ABC, João Bosco Bittencourt é irmão de José Luiz Bittencourt, ex-presidente da Agecom que teve os bens bloqueados em ação de improbidade administrativa

0

Cotado para assumir a presidência da Agência Brasil Central (ABC), antiga Agecom, o assessor especial do governador Marconi Perillo (PSDB), João Bosco Bittencourt, é irmão de José Luiz Bittencourt, ex-presidente da então Agência Goiana de Comunicação do Estado de Goiás (Agecom).

Segundo notícia veiculada no Jornal Opção, João Bosco vai ocupar o lugar de Edvaldo Cardoso, atual presidente da Agência. Informações de bastidores, no entanto, dão conta de que a ABC estaria na iminência de ser extinta e reuniões nesse sentido já teriam acontecido na sede do órgão. De acordo com esses interlocutores, a ABC dará lugar a uma empresa de economia mista e estariam sendo criadas 25 gerências para acomodar os apaniguados do governo tucano de Goiás.

O irmão do suposto futuro presidente da ABC, José Luiz Bittencourt, foi acionado por improbidade administrativa na época em que presidia a Agecom, acusado de ter contratado, irregularmente, a sua empregada doméstica, lotando-a no gabinete da presidência, com o cargo de Assessor Especial E II. O Ministério Público afirma que a “assessora”, embora paga com dinheiro público, prestava, na realidade, serviços domésticos na casa do presidente José Luiz.

Em 2016, a justiça acatou o pedido do MP-GO e decretou a indisponibilidade dos bens do ex-presidente da Agecom, José Luiz Bittencourt Filho, até o limite de R$ 429,6 mil. Leia matéria aqui

 

Sobre o autor

Graduando em Administração de Empresas pela UFG - Campus Goiânia, crítico das práticas politiqueiras e absolutamente intolerante a corrupção. @regesmaia

Comments are closed.