Déficit do Estado de Goiás chega a R$ 13,6 bilhões, diz Caiado


Revelação foi feita ao repórter do Jornal Diário da Manhã. Futuro governador diz que o cenário é de assustar, mas vai enfrentá-lo com coragem e responsabilidade para reequilibrar as contas públicas de Goiás

0

O governador eleito de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), disse, em entrevista ao repórter Arthur da Paz, do Jornal Diário da Manhã, que vai receber o Estado com um rombo orçamentário de aproximadamente R$ 13,6 bilhões. O democrata afirma que há um colapso na área da saúde, com as OSs cobrando mais de R$ 280 milhões em repasses não realizados pelo governo, bolsas universitárias que não são pagas há mais de dez meses, além dos salários dos servidores em aberto, que em valores superam R$ 1,8 bilhão.

Ronaldo Caiado revelou, ainda, que foram cancelados, após as eleições de outubro, mais de R$ 870 milhões em empenhos, que ainda não se sabe, efetivamente, se são oriundos de despesas não liquidadas ou se há também empenhos de despesas já liquidadas, o que configuraria, nesse último caso, um calote no pagamento a fornecedores.

Segundo Caiado, o quadro atual das finanças públicas goiana não deixa dúvidas quanto ao cenário de gestão temerária que dominou Goiás nos últimos anos e que esteve voltada apenas para os interesses pessoais ou grupais.

“Vamos trabalhar duro, com afinco para colocar Goiás nos eixos e, concomitantemente, vamos chegar a fundo naquilo que, infelizmente, levou o Estado a essa situação de total quebradeira, ou seja, de uma gestão temerária”, afirmou.

 

Sobre o autor

Graduando em Administração de Empresas pela UFG - Campus Goiânia, crítico das práticas politiqueiras e absolutamente intolerante a corrupção. @regesmaia

Comments are closed.