Depois de ter liminar negada, Marconi Perillo desiste de ação contra blogueiro

0

Desde 2012, o governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), tem insistido em levar às barras dos tribunais todos aqueles que ousam criticar as suas ações à frente do executivo goiano. Foram mais de 60 processados em uma infinidade de ações de indenização por danos morais movida pelo número 1 de Goiás. Apenas contra o editor deste Blog, já são quatro ações: uma interpelação judicial e três ações de indenização. Por ora, a justiça tem entendido que não assiste razão a Marconi Perillo.

Um fato inusitado, porém, ocorreu nos últimos dias. No último dia 20 de setembro, Marconi Perillo interpôs uma nova ação contra Cloves Reges e, como de praxe, pediu à justiça que concedesse antecipação de tutela para ver a publicação que supostamente o havia ofendido fora do ar e também que fosse impedido que o blogueiro citasse o seu nome em qualquer outra postagem.

Em sua decisão liminar, o juiz da causa entendeu que não assistia razão ao governador e negou a sua pretensão. “No compulsar atento dos autos, observo que inexistem elementos suficientes para deferir a liminar, haja vista que a liberdade de expressão garantida pela Constituição Federal afasta, ao menos nessa cognição sumária, a plausibilidade do direito alegado”, sentenciou o magistrado.

Depois que teve seu pedido de antecipação de tutela negado, Marconi Perillo peticionou ao juiz informando da sua desistência no prosseguimento do feito e requereu, de acordo com o que dispõe o artigo 485, inciso VIII, do Código de Processo Civil, que seja homologado por sentença a extinção do processo.

Sobre o autor

Graduando em Administração de Empresas pela UFG - Campus Goiânia, crítico das práticas politiqueiras e absolutamente intolerante a corrupção. @regesmaia

Comments are closed.