Depois do melhor governo da vida dos goianos, Marconi fala em
melhor de todos os seus governos.

0

O Governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), postou na sua conta do Twitter hoje, Tuite do Marconimensagem prometendo fazer do seu quarto mandato o “melhor de todos os seus governos e deixar um legado de obras, serviços e benefícios ao povo de Goiás”. Seria cômico se não fosse trágico.

Em 2010, Marconi adotou praticamente o mesmo slogan para ganhar as eleições e assumir seu terceiro mandato. Dizia, na oportunidade, que faria o melhor governo da vida dos goianos. Ganhou a eleição, mas o o goiano não viu o melhor governo de suas vidas, embora o tenha reconduzido ao cargo para seu quarto mandato.

No terceiro mandato de Perillo, no qual prometeu-nos o melhor governo de nossas vidas, vimos o Estado de Goiás perder a CELG, assistimos os professores perderem a titularidade, a violência explodir no estado e Goiânia ser alçada a horrorosa condição de 23ª cidade mais violenta do mundo. Naquele que deveria ser o melhor governo de nossas vidas, assistimos perplexos mais de 8.500 goianos serem enterrados vitimas de homicídios. No “melhor governo de nossas vidas”, Goiás esteve durante um ano na mídia nacional por conta de um dos maiores escândalos de corrupção da sua história.

Iniciado seu quarto mandato, Marconi Perillo meio que faz uma “mea culpa” e promete, novamente, fazer o melhor de todos os seus governos. Começou mal, no entanto. Seu antecessor, que coincidentemente é ele mesmo, deixou-lhe um rombo que anda difícil de quantificar. Sem dinheiro para salários ousou parcelar o vencimento dos servidores e retirou-lhes benefícios assegurados por lei. Antecipou o pagamento do ICMS das empresas goianas e impôs ao empresariado uma difícil tarefa de suportar o pagamento do tributo e a folha de pagamento simultaneamente. O “melhor de todos os nossos governos” já deixou na mão as prefeituras goianas, que amargam 11 meses de atraso nos convênios firmados com o estado, uma dívida que já ultrapassa R$ 120 milhões. O data-base dos servidores públicos não deverá ser pago e uma greve-geral não está descartada. O não cumprimento de acordo firmado com os professores estaduais culminou com uma greve que já dura 20 dias.

O “melhor de todos os nossos governos” já nasceu fracassado, sobretudo porque o “melhor governo da vida dos goianos” nunca o foi.

Sobre o autor

Graduando em Administração de Empresas pela UFG - Campus Goiânia, crítico das práticas politiqueiras e absolutamente intolerante a corrupção. @regesmaia

Comments are closed.