“E agora, a quem punir?” – Por Haroldo Caetano.

0

O Promotor de Justiça da área de execução penal do Ministério Público de Goiás, Haroldo Caetano, publicou, na sua página no Facebook, uma mensagem que nos chama à reflexão acerca da violência que assola nossa cidade, nosso estado e nosso país. Segue a íntegra.

“E agora, a quem punir?

Em uma sociedade orientada pelo ódio, resta o vazio.

O crime, brutal, seguido de suicídio do assassino, não mais permite a solução fácil da prisão do culpado, da condenação e da punição.

Acontecimentos assim impõem algo de que há muito insistimos em nos afastar: a necessidade de refletir sobre a vida em sociedade, sobre a violência, sobre a condição humana.

Talvez alguém até proponha uma passeata “contra a violência” ou alguma outra saída pela tangente e, assim, mais uma vez a reflexão seja postergada. Quem sabe até que venha o próximo crime bárbaro, já rotineiro por estas bandas e que infelizmente não tardará a acontecer.

Aí, abandonada qualquer possibilidade de busca pelo conhecimento das reais causas da violência em nossa sociedade, poderemos voltar a apontar o dedo:

– Foi ele! Prisão, castigo! Queremos justiça!

P.S.: Nossas condolências aos familiares e amigos que perderam seus entes queridos em mais essa tragédia goiana.”

Sobre o autor

Graduando em Administração de Empresas pela UFG - Campus Goiânia, crítico das práticas politiqueiras e absolutamente intolerante a corrupção. @regesmaia

Comments are closed.