Em grupo de whatsapp, Kajuru pede que vídeo, em que ele acusa Marconi Perillo de ter ficado bilionário com o poder político, seja retirado do ar


De acordo com o próprio vereador e autor da postagem, o vídeo poderia ensejar a cassação do seu mandato e portanto não poderia continuar nas redes.

0

O vereador de Goiânia Jorge Kajuru, do PRP, usou um grupo de whatsapp para pedir que um vídeo que teria sido postador por ele mesmo fosse retirado do ar. O argumento do vereador para justificar o pedido foi de que o conteúdo da peça publicada poderia suscitar a cassação do seu mandato na Câmara. 

No vídeo, o qual o blog teve acesso, Kajuru acusa o ex-governador Marconi Perillo (PSDB) de ter ficado bilionário com o poder político em Goiás. De acordo com Kajuru, o tucano seria o sexto governador mais rico do Brasil. Na gravação de 10 minutos, em que o vereador narra o descumprimento de acordo firmado pelo ex-governador com alunos contemplados pelo programa “Goiás Sem Fronteiras”,  Kajuru diz, também, que Marconi Perillo e Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, ao qual o vereador chama de “gangster”, seriam sócios.

Vejam o vídeo

 

 

Sobre o autor

Graduando em Administração de Empresas pela UFG - Campus Goiânia, crítico das práticas politiqueiras e absolutamente intolerante a corrupção. @regesmaia

Comments are closed.