A essência da política é estar de bem com o povo, diz Dona Íris


Com mais de 50 anos de vida pública, duas vezes deputada federal e incansável na luta pela democracia, atual primeira dama de Goiânia gaba-se de poder andar no meio do povo sem medo de ser desrespeitada

0

A atual primeira dama de Goiânia, Dona Íris de Araújo, disse hoje, 30, na sua conta no Twitter, que a política não pode ser um elemento de segregação para o político, obrigando-o a afastar-se do povo por medo de retaliação. “Não creio que valha a pena estar na política e não poder andar nas ruas livremente sem ser vaiado. A essência da política é estar de bem com o povo. O resto é enganação”, disse.

Acostumada a andar no meio povo, uma prática que cultiva desde o primeiro mandato de Iris Rezende, em 1966, Dona Íris é presença garantida nos mutirões da Prefeitura de Goiânia e em outros eventos populares, como nas colheitas do projeto Horta para Todos, programa idealizado por ela ainda na década de 1980.

Segundo a emedebista, que foi a única mulher a discursar no memorável comício das Diretas Já em Goiânia, em 1984, a sua personalidade autêntica e verdadeira a permite dizer o que pensa e a fazer o que realmente acha que deve ser feito, sem apego ao reconhecimento, que muitas vezes não vem.

“Sei que alguns não veem com bons olhos está minha atitude e me condenam. Posso ser penalizada futuramente? Paz na consciência e dormir bem me fazem mais jovem do que sou e respeitada pelos mais jovens. Amo meu País, meu Estado e minha Cidade”, completou.

Sobre o autor

Graduando em Administração de Empresas pela UFG - Campus Goiânia, crítico das práticas politiqueiras e absolutamente intolerante a corrupção. @regesmaia

Comments are closed.