Filemon Pereira, secretário municipal de Direitos Humanos, nega ofensas a vereadores

0

O secretário municipal de Direitos Humanos e Políticas Afirmativas (SMDHPA), Filemon Pereira, negou veementemente que tenha ofendido os vereadores Vinícius Cirqueira (Pros) e Romário Policapo (PTC) como foi aventado por outros vereadores na manhã desta terça-feira no plenário da Câmara Municipal de Goiânia. Em nota, Filemon lembrou que sempre manteve a mais respeitosa e cordial convivência com os vereadores da Capital e reiterou seu compromisso com o combate ao racismo e todo e qualquer tipo de discriminação.

Para o titular da SMDHPA, pode ter havido uma má interpretação do conteúdo do diálogo sobre o ocorrido envolvendo os vereadores Romário Policarpo e Vinícius Cirqueira em um grupo de mensagens instantâneas  e que, ao seu sentir, acabou sendo completamente distorcido em plenário na Câmara Municipal nesta terça-feira, 14.

Veja a íntegra da nota divulgada pelo secretário

O secretário Municipal de Direitos Humanos e Políticas Afirmativas, Filemon Pereira, esclarece que o conteúdo de um diálogo sobre o ocorrido envolvendo os vereadores Romário Policarpo e Vinícius Cirqueira em grupo de mensagens instantâneas foi completamente distorcido, em plenário na Câmara Municipal, nesta terça-feira, 14.

O secretário afirmou que em nenhum momento agrediu a pessoa dos dois parlamentares, tampouco, da Casa, à qual mantém a mais respeitosa e cordial convivência.

No mesmo diálogo, o titular da SMDHPA salientou enfaticamente, no mesmo grupo, que caso os policiais tenham cometido ato racista, os mesmos precisam pagar por isso. Por fim, se desculpa pelo resultado do mal entendido, estende o repúdio às agressões tanto físicas como psicológicas sofridas pelas vítimas e reitera seu compromisso com o combate ao racismo e todo e qualquer tipo de discriminação.

Sobre o autor

Graduando em Administração de Empresas pela UFG - Campus Goiânia, crítico das práticas politiqueiras e absolutamente intolerante a corrupção. @regesmaia

Deixe um comentário