“Goiás na Frente”, do governo Marconi Perillo, não emplaca e só 3% do prometido é investido nos municípios

0

Notícia publicada na coluna “Giro” desta segunda-feira, 31, do Jornal O Popular e assinada pela jornalista Fabiana Pulcinelli, informa que o alardeado programa do governo de Marconi Perillo “Goiás na Frente” derrapou e apenas 3% do que foi prometido para o semestre teria sido de fato realizado. O programa, lançado no fim de março, promete investimento público de R$ 6,195 bilhões até o fim de 2018.

De acordo com as informações do jornal, o governo de Goiás registrou R$ 183,4 milhões em investimentos liquidados no primeiro semestre deste ano, valor que representa 3% da promessa de aplicação do Goiás na Frente. Segundo a jornalista que assina a matéria,  em despesas empenhadas, que são aquelas reservadas para efetuar um pagamento planejado para o ano, o Estado registrou R$ 1,26 bilhão para a rubrica. Já o valor liquidado refere-se a quando o serviço é executado e o valor pago é aquilo que de fato foi para o fornecedor – total de R$ 90,8 milhões no primeiro semestre. O Estado atualizou para R$ 2,94 bilhões a dotação de investimentos para o ano. Ou seja, terá seis meses para empenhar mais R$ 1,67 bilhão e liquidar R$ 2,92 bilhões.

As informações revelam que o programa, que tem encabeçado todas as propagandas do governo de Goiás, não saiu do papel e que as andanças do governador Marconi Perillo pelo Estado afora, juntamente com seu vice e candidato ao governo em 2018, José Eliton, não passam de promessas de uma campanha eleitoral extemporânea. Vale frisar, ainda, que o governo de Goiás conta apenas com os recursos da venda da Celg, cerca de R$ 800 milhões e a promessa de investir mais de R$ 6 bilhões, apenas em recursos públicos, até 2018 é apenas um discurso dessa campanha fora de hora.

 

Sobre o autor

Graduando em Administração de Empresas pela UFG - Campus Goiânia, crítico das práticas politiqueiras e absolutamente intolerante a corrupção. @regesmaia

Comments are closed.