Ronaldo Caiado diz que jamais deixará de se indignar com os crimes praticados contra o Estado de Goiás


O governador de Goiás expressou sua indignação em posts no Twitter e lembrou que "pessoas que se enriqueceram" nos últimos 20 anos não tinham um centavo para explicar o atual patrimônio

0

Mostrando indignação, o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM) foi ao twitter para lembrar que os responsáveis pela situação de calamidade financeira em que se encontra o Estado de Goiás terão que responder pelos seus atos, senão à justiça dos homens, às próprias consciências e também à justiça divina.

“Essas pessoas que dilapidaram Goiás vão ter que pagar duramente com a sua consciência e com aquilo que a sociedade brasileira e a justiça divina também cobrarão”, escreveu no microblog.

Ronaldo Caiado assumiu o Estado, em janeiro último, com um déficit de caixa de aproximadamente R$ 6,7 bilhões, incluindo uma folha de servidores em aberto, que sequer havia sido empenhada, além de parte do 13º do funcionalismo. Sem recursos para fazer frente ao rombo herdado, Caiado busca ajuda da União para que a máquina continue funcionando e ações que possam reconduzir o Estado à normalidade possam ser implementadas.

De acordo com o governador, “pessoas que se enriqueceram nos últimos 20 anos em Goiás construíram grandes propriedades, estão aí com fazendas em todas as regiões, morando nababescamente, mas não tinham um centavo para poder explicar o seu patrimônio”.

O democrata afirma que jamais deixará de se indignar diante do que ele chama de  “crimes que fizeram em Goiás”. Para Caiado, é inadmissível que o dinheiro público seja usado para enriquecer alguns e não chegue à saúde da população.

“Isso é indignação, minha gente. Nós não podemos esquecer esse sentimento de nos indignarmos quando o uso do dinheiro público não é correto”, enfatiza.

Sobre o autor

Graduando em Administração de Empresas pela UFG - Campus Goiânia, crítico das práticas politiqueiras e absolutamente intolerante a corrupção. @regesmaia

Comments are closed.