Jorge Kajuru virou carrasco de seu próprio discurso, diz jornalista

0

Conhecido pelo seu equilíbrio e capacidade de argumentar sem ofender ninguém, o jornalista Rafael Vasconcelos fez críticas contundentes ao comportamento do vereador Jorge Kajuru, que nas últimas semanas tem investido contra a liberdade de expressão e opinião, chegando ao cúmulo de pedir a demissão sumária do comunicador Rodrigo Prado, puro e simplesmente porque o jornalista, em artigo publicado no jornal Diário da Manhã, pediu responsabilidade ao legislativo goianiense. “Espanta-me o fato do Kajuru agir dessa forma. Parece que quem crítica com veemência não aceita ser confrontado por ninguém”, escreveu Vasconcelos.

Para Rafael Vasconcelos, a postura do vereador foi uma grande decepção e desmistifica a figura que influenciou sua escolha pelo jornalismo. Ele lembra que Kajuru, ainda na década de 90, reclamava de retaliações e perseguições, pois seus comentários eram feitos em uma emissora que pertencia ao Estado. “O tempo passa e alguns personagens são vilões deles mesmos. Jorge Kajuru, mais de 20 anos depois, está pedindo a demissão sumária do jornalista Rodrigo Prado”, lamenta Rafael.

No texto publicado na sua página no facebook, Rafael Vasconcelos diz que Kajuru precisa praticar suas próprias palavras e se inspirar no próprio Kajuru dos anos 90. “Que o radialista Kajuru rebata o Kajuru político, que em menos de um ano de mandato se esqueceu de tudo que dizia quando era jornalista. Naquele Kajuru de 20 anos atrás votaria de olho fechado, o de hoje ainda não sei naquilo em que ele se transformou”, pontua.

Leia o texto na íntegra clicando aqui

 

Sobre o autor

Graduando em Administração de Empresas pela UFG - Campus Goiânia, crítico das práticas politiqueiras e absolutamente intolerante a corrupção. @regesmaia

Comments are closed.