Jornal Nacional mostra o ex-governador de Goiás Marconi Perillo como um dos políticos investigados no STJ


Matéria foi ao ar na noite desta segunda-feira, 9, e citou nominalmente o tucano como denunciado por corrupção passiva no Superior Tribunal de Justiça

0

A edição do Jornal Nacional de hoje, 9, em matéria que fez um raio-x dos políticos réus e/ou denunciados por envolvimento em crimes de corrupção no Brasil, citou nominalmente o agora ex-governador de Goiás Marconi Perillo (PSDB) como denunciado ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) por crime de corrupção passiva.

Marconi Perillo foi denunciado ao STJ em março do ano passado acusado de ter recebido R$ 90 mil em propinas, divididos em duas parcelas de R$ 45 mil, pagas pela Delta Construções, do empresário Fernando Cavendish, também denunciado.

De acordo com a denúncia, a propina paga ao então governador Marconi Perillo teve o objetivo de garantir a aditivação do contrato de locação de viaturas, mantido pelo estado de Goiás e a Delta Construções, que saltou de R$ 66 milhões para mais de R$ 75 milhões, o que só foi possível graças a participação do ex-governador, já que ele, em razão do cargo que ocupava, tinha total autoridade para decidir em favor da Delta, bem como manter o fluxo de pagamentos em favor da referida empresa.

A denúncia corre no Superior Tribunal de Justiça sob o número AP-855.

Sobre o autor

Graduando em Administração de Empresas pela UFG - Campus Goiânia, crítico das práticas politiqueiras e absolutamente intolerante a corrupção. @regesmaia

Deixe um comentário