Kajuru diz que sua mulher foi violentada a mando de Marconi Perillo e é acionado judicialmente


Ex-governador sustenta que afirmações de Kajuru são irresponsáveis e criminosas, porquanto cria um contexto pejorativo ao acusá-lo de ordenar a prática de crime de tamanha gravidade,

0

O ex-governador Marconi Perillo (PSDB) propôs mais uma ação de indenização por danos morais contra o vereador Jorge Kajuru (PRP). Dessa vez, Marconi Perillo alega que Kajuru, no propósito de difundir suspeitas sobre a sua honestidade e competência, afirmou, em entrevista concedida ao canal esportivo ESPN, que a sua ex esposa foi violentada a mando seu.

Na entrevista, Kajuru teria afirmado, de forma literal, que o ex-governador, então no exercício do seu primeiro mandato como chefe do executivo goiano, teria ordenado o crime contra sua mulher. “Minha ex-mulher foi violentada em Goiás a mando do Governador. Meu desafeto”, disse o vereador ao apresentador João Carlos Albuquerque. A entrevista foi transmitida no dia 6 de fevereiro de 2018.

Na ação, que corre na 19ª Vara Cível e Ambiental de Goiânia, Marconi Perillo pede a condenação de Jorge Kajuru ao pagamento de indenização pelos danos morais experimentados no valor de R$ 20.000,00 (vinte mil reais).

 

Sobre o autor

Graduando em Administração de Empresas pela UFG - Campus Goiânia, crítico das práticas politiqueiras e absolutamente intolerante a corrupção. @regesmaia

Comments are closed.