Kajuru é acusado de empregar funcionários fantasmas no seu gabinete 44

0

O polêmico vereador por Goiânia, Jorge Kajuru, eleito com 37 mil votos sob o discurso da ética e da moralidade no serviço público, é acusado de empregar funcionários fantasmas no seu gabinete no legislativo municipal. Segundo denúncia que chegou ao Ministério Público e começa a ser investigada pelo órgão ministerial, Kajuru mantém, ou mantinha, assessores lotados em seu gabinete, mas que, no entanto, não cumpririam a carga horária exigida pela lei. Uma das supostas beneficiadas pelo vereador seria uma odontóloga, filha de um jornalista amigo pessoal de Kajuru, que recebia salários de mais de R$ 7 mil reais. 

A denúncia apresentada ao MP-GO levanta sérias dúvidas quanto ao comportamento do vereador, que gosta de se identificar como 100% voluntário e anti-político. Outros dois servidores, além da odontóloga, lotados na presidência da casa e que deveriam servir no gabinete do vereador, também tiveram a documentação enviada ao Ministério Público e serão investigados sob a suspeita de serem fantasmas. As informações são do jornal Diário da Manhã de hoje, 12.

Sobre o autor

Graduando em Administração de Empresas pela UFG - Campus Goiânia, crítico das práticas politiqueiras e absolutamente intolerante a corrupção. @regesmaia

Deixe um comentário