Latrocínio: Goiás é o segundo estado do País onde mais se mata para roubar

0

Reportagem do Jornal o Estado de São Paulo aponta ranking dos estados onde mais se mata para roubar no Brasil. O estado de Goiás aparece em 2º lugar entre todas as 27 unidades da federação. Em 2016, foram 162 ocorrências de latrocínio no Estado, 17,6% a mais do que no ano anterior. A taxa por 100 mil habitantes chegou a 2,4 mortes. À frente de Goiás, apenas o Pará, com taxa de 2,6 assassinatos por cada grupo de 100 mil moradores.

Com efetivo de policiais militares muito abaixo do ideal e a estrutura da Polícia Civil totalmente sucateada, a violência em Goiás explodiu nos últimos anos. A Capital, Goiânia, com cerca de 1,4 milhão de habitantes, já foi considerada a 23ª cidade mais violenta do mundo, com taxa de homicídios perto de 46 mortes por cada grupo de 100 mil moradores.

A falta de investimentos na segurança pública (em 2016, por exemplo, o governo de Marconi Perillo (PSDB) investiu apenas R$ 1,21% da Receita Corrente na área de segurança) é o principal motivo da escalada da violência no Estado. Com lei aprovada que fixa em 31 mil policiais o efetivo da Política Militar, Goiás tem menos de 13 mil policiais na ativa e muitos deles lotados em repartições públicas e em serviços administrativos. 162 municípios goianos não têm delegados de polícia civil e 104 deles não possuem sequer agentes policiais. Em quase 20 anos de administração tucana, Goiás saltou de 18º mais violento do país, para o 5º pior estado em matéria de segurança pública.

Sobre o autor

Graduando em Administração de Empresas pela UFG - Campus Goiânia, crítico das práticas politiqueiras e absolutamente intolerante a corrupção. @regesmaia

Comments are closed.