Connect with us

Política

Marconi Perillo usa dinheiro da previdência para obras da Agetop e levanta dúvidas quanto aos recursos da Celg-D

Published

on

Depois de anunciar, em março do ano passado, que 99% dos R$ 800 milhões da venda da Celg-D seriam destinados à Agência Goiana de Transportes e Obras – Agetop, o governo de Goiás, comandado por Marconi Perillo (PSDB), suplementou mais de R$ 260 milhões em recursos da Previdência dos servidores estaduais para construção de rodovias estaduais, aeródromos, pavimentação de vias urbanas, implantação do aeroporto de cargas de Anápolis, construção, reformas e ampliação de centros esportivos. Tais obras estarão a cargo da Agetop.

De acordo com o decreto de suplementação, para viabilização dos recursos, o governo reduziu, em valor igual, a verba consignada para o pagamento de inativos e pensionistas na área da educação básica.

Deputados da oposição querem saber por que foi necessário esse aporte milionário para a realização de obras, uma vez que o governo ainda não prestou contas dos R$ 800 milhões repassados à Agetop há menos de um ano?

Há quem suspeita que esses créditos, tirados de um caixa que fechou negativo em R$ 2,15 bilhões no ano passado, tem uma única finalidade, que é o projeto de eleição do candidato da base, posto até agora ocupado pelo vice-governador José Eliton.

Copyright © 2020 - Nos Opinando - Liberdade de opinião em primeiro lugar. Shared By Fancy Text Generator