Marconi Perillo vem a Goiânia para ser ouvido em ação penal eleitoral por supostos crimes cometidos na campanha de 2006


Ação do MP-GO foi proposta em 2012 e trata de crime de peculato e associação criminosa supostamente praticados na campanha do tucano para o Senado e de Alcides Rodrigues para o governo em 2006. Em maio deste ano, o ex-governador Alcides Rodrigues foi condenado a mais de 10 anos de reclusão pelos mesmos crimes atribuídos a Perillo.

0

De acordo com reportagem do jornal O Popular, o ex-governador Marconi Perillo, que estaria morando em São Paulo, esteve em Goiânia na última terça-feira, 5, e teria passado a tarde no Fórum Criminal de Goiânia, onde foi prestar depoimento e acompanhar a oitiva de testemunhas arroladas no processo que investiga supostos crimes de peculato e associação criminosa, os quais teria sido praticados pelo tucano durante a campanha de 2006.

Na ação, inicialmente proposta contra Marconi Perillo e Alcides Rodrigues, o Ministério Público de Goiás apontou uma série de fraudes eleitores praticadas pelos acusados que visavam encobrir a origem de recursos movimentados durante aquela campanha, os quais teriam se originado de fontes vedadas e não contabilizadas.  Para tanto, teriam sido utilizadas notas fiscais “frias” e pagamento de despesas por meio de interpostas pessoas (“laranjas”), dentre outros delitos.

Como a ação foi impetrada em 2012 e na época Marconi Perillo gozava da prerrogativa de foro por função, já que era governador do Estado, o processo foi desmembrado e as ações contra os ex-aliados transcorreram em separado. Em maio último, o juiz eleitoral Antônio Cézar Meneses sentenciou o ex-governador de Goiás Alcides Rodrigues, hoje deputado federal pelo Patriotas, a 10 anos e 10 meses de reclusão pela prática dos crimes de peculato e associação criminosa, cometidos, segundo o magistrado, na campanha eleitoral para o governo de Goiás em 2006.

Esses mesmos crimes pelos quais Alcides Rodrigues foi condenado são atribuídos a Marconi Perillo. Segundo especialistas ouvidos pelo Blog, é praticamente certa a condenação do ex-governador tucano, já que as provas são conexas e a materialidade já teria sido provada na ação que condenou Alcides.

 

 

Sobre o autor

Graduando em Administração de Empresas pela UFG - Campus Goiânia, crítico das práticas politiqueiras e absolutamente intolerante a corrupção. @regesmaia

Comments are closed.