No Twitter, Maguito Vilela manda duro recado para José Nelto, ex MDB: “vai trabalhar”!


Para o ex-prefeito de Aparecida de Goiânia, é inaceitável que quem estava no MDB até ontem, fique insistindo em provocar a cizânia entre companheiros do maior e o verdadeiro partido de oposição ao governo de Goiás

0

O ex-prefeito de Aparecida de Goiânia, Maguito Vilela usou sua conta no twitter na tarde desta quinta-feira, 10, para demonstrar todo seu descontentamento com o ex-colega de partido, José Nelto, hoje no Podemos. Nelto havia provocado Maguito ao afirmar, também no microblog, que o ex-prefeito estaria trabalhando contra a candidatura do filho, Daniel Viela.

“Maguito está rifando Daniel! Ele está junto com o Marconi tramando para tirar do páreo as duas candidaturas, de Daniel e Zé Eliton! Maguito é o candidato a governador do Temer e do Marconi! É só aguardar!”, escreveu Nelto, por certo se referindo às últimas declarações de Maguito, que sugeriu que o MDB deveria conversar com o PSDB de Marconi Perillo.

Sem citar o nome do deputado, Maguito foi duro na sua resposta e acusou o ex-emedebista de criar cizânia entre os companheiros do MDB. De acordo com Vilela pai, quem aposta na desunião de pai e filho demonstra falta de respeito à família, falta de caráter e que deseja simplesmente o poder pelo poder.

“Ao contrário de quem falava grosso na tribuna do parlamento e na calada da noite tomava vinho com o governador do PSDB e falava mal dos líderes do MDB, minha relação com o governo estadual sempre ocorreu estritamente na dimensão administrativa, quando fui prefeito de Aparecida, e sempre foi à luz do dia e com uma agenda republicana que beneficiou o povo aparecidense”, afirmou Maguito.

“Em vez de ficar no Twitter espalhando boatos, sugiro que vá trabalhar pelo povo goiano na Alego e siga a sua vida em seu mais novo partido político”, encerrou o ex-prefeito aparecidense.

 

 

Sobre o autor

Graduando em Administração de Empresas pela UFG - Campus Goiânia, crítico das práticas politiqueiras e absolutamente intolerante a corrupção. @regesmaia

Comments are closed.