Novo presidente da Agência Brasil Central enfrenta resistência de colaboradores


Passado o clima de "boas vindas", um cenário obscuro toma conta da agência de comunicação do governo de Goiás. João Bosco Bittencourt, ex-assessor de Marconi Perillo, vem enfrentando boicote por parte de subordinados imediatos

0

Parece que o clima de “Seja Bem Vindo” está sendo trocado pelo “Tchau obrigado“, na Agência Brasil Central (ABC).

Desde que assumiu a presidência da agência de comunicação do governo de Goiás, no último dia 5 de fevereiro, João Bosco Bittencourt vem enfrentando a resistência “oculta” de algumas chefias imediatas a ele. Bosco é ex-assessor de comunicação do governador Marconi Perillo e irmão do ex-presidente da agência.

Muitos estão insatisfeitos com sua forma de presidir a ABC. Logo, o clima amistoso de boas vindas foi trocado por ares de guerra fria, que culminou na primeira baixa de relevância para a agência. O gerente das Rádios Brasil Central AM/FM, Jair Cardoso, mal esperou o inicio da semana para entregar o cargo ao presidente recém chegado.

Com a demissão de Jair, o clima pesou internamente na empresa de rádio e televisão do governo e já é esperada a debandada de outros colaboradores que exercem cargos de gerências e chefias, uma vez que a insatisfação com o novo comandante é geral, principalmente com a insistência de João Bosco em transformar o blog Goiás24Horas numa sucursal da Agência.

 

 

Sobre o autor

Graduando em Administração de Empresas pela UFG - Campus Goiânia, crítico das práticas politiqueiras e absolutamente intolerante a corrupção. @regesmaia

Comments are closed.