Marconi Perillo comemora derrocada da JBS, mas esquece que em 2014 a empresa “ganhou” R$ 1 bilhão do seu governo

0

Segundo nota publicada na Coluna Giro, do jornal O Popular de hoje, 15, o governador de Goiás, Marconi Perillo, teria, durante evento em São Paulo, “comemorado” a derrocada da gigante JBS, dos irmãos Batista, presos por suspeita de corrupção, dizendo que isso ajudaria a acabar com a concorrência desleal promovida pela Friboi em Goiás. De acordo com a nota, Marconi Perillo enxerga no imbróglio uma sobrevida para os frigoríficos menores, que foram engolidos pela gigante da carne.

O que o governador de Goiás não diz, no entanto, é que ele próprio ajudou a fomentar o crescimento da JBS e, por conseguinte, a concorrência desleal que ele agora condena. A ineficiência em cobrar os créditos que o Estado teria a receber da empresa, aliada à remissão fiscal dada a JBS Friboi em 2014 no valor de quase R$ 1 bilhão, ajudou a empresa a se consolidar como uma das maiores do mundo. O perdão fiscal concedido à empresa de Joesley e Wesley Batista foi possível graças a uma lei editada pelo governador, chamada em Goiás de Lei Friboi, e que vigorou por apenas 6 dias.

Sobre o autor

Graduando em Administração de Empresas pela UFG - Campus Goiânia, crítico das práticas politiqueiras e absolutamente intolerante a corrupção. @regesmaia

Comments are closed.