Connect with us

Política

Presidente em exercício da Goiás Parcerias começa processo de reformulação da empresa

Published

on

Após suspeitas de irregularidades apontadas pela Controladoria Geral do Estado (CGE) na contratação de um escritório de advocacia pela Goiás Parcerias, o governador Ronaldo Caiado determinou a troca de toda a diretoria da Companhia, exceto do vice-presidente, Heitor Camargo, que ocupa interinamente o cargo de diretor-presidente da estatal.

A decisão do governador de manter o vice-presidente se dá pelo fato de que o gestor ainda não fazia parte do quadro da Goiás Parcerias quando foi firmado o contrato que está sob investigação e que possui data de 02 de maio deste ano. Heitor Camargo só assumiu o cargo em 23 de maio.

O gestor interino da Companhia de Investimentos e Parcerias do Estado de Goiás tem 26 anos, é graduado pela reconhecida Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas (FGV-RJ) e atuou na iniciativa privada com experiência em consultoria, direção financeira e empreendedorismo no mercado tecnológico, sendo fundador de uma startup.

Diante dos fatos apurados, a nova gestão da Goiás Parcerias identificou a necessidade de serem tomadas medidas enérgicas para reestruturar as contas e a organização da Companhia. Dentre as providências estão ações para contenção de gastos, como: corte de 50% do quadro de funcionários e o redesenho de cargos e salários.

Além das ações citadas, o presidente interino, Heitor Camargo, trabalha em uma força tarefa junto à Controladoria Geral do Estado para reforçar o compromisso com a eficácia dentro da estatal do Programa de Compliance, uma das prioridades do Governo de Goiás.

Contratos estão sendo revisados e o trabalho continuará com muita diligência, a fim de reorganizar a administração, corrigir falhas e dar seguimento às atividades, com transparência e eficiência para executar os projetos em prol do desenvolvimento de Goiás.

Sobre a Goiás Parcerias

A Goiás Parcerias tem como objetivo colaborar, apoiar e viabilizar a implementação do Programa de Parcerias Público-Privadas (PPP) e outras parcerias de interesse do desenvolvimento econômico e social de Goiás; disponibilizar bens, equipamentos e utilidades para a Administração estadual, mediante pagamento de adequada contrapartida financeira; gerir os ativos patrimoniais a ela transferidos pelo Estado ou por entidades da Administração indireta, ou que tenham sido adquiridos a qualquer título.

 

Copyright © 2020 - Nos Opinando - Liberdade de opinião em primeiro lugar. Shared By Fancy Text Generator