Santa Helena pede socorro. Municípío do sudoeste goiano sofre com a criminalidade

0

O município de Santa Helena de Goiás, cidade localizada no sudoeste goiano, a 200km de Goiânia, está pedindo socorro. Os altos índices de criminalidade mobilizaram toda cidade e o prefeito João Alberto Vieira Rodrigues (PRP) decidiu recorrer ao governo estadual. Em ofício enviado ao Secretário de Segurança Pública de Goiás, Ricardo Balestreri, e ao Comando Geral da Polícia Militar de Goiás, João Alberto pede o deslocamento de tropas especializadas para o município, a fim de conter o alto índice de crimes que têm dominado a cidade nos últimos dias.

Situada numa das regiões mais rica do Estado, Santa Helena de Goiás tem pouco mais de 36 mil habitantes e, como os demais municípios da região, sofre com a bandidagem e o crescente número de roubos e homicídios. A população reclama que o número de policiais na cidade é insuficiente para conter a onda de crimes, que na última semana atingiu níveis insustentáveis. “O aumento de roubos, homicídios, tráfico de drogas e arrastões nos comércios da cidade têm provocado grande tensão nos moradores de Santa Helena”, diz o prefeito.

A violência em Goiás tem crescido assustadoramente desde 1999, primeiro ano do governo de Marconi Perillo. Em 1998, Goiás ocupava a 18ª posição no ranking dos estados mais violentos do País. Em 2014 figurou como o 4º com maior índice de criminalidade do Brasil. O problema, que se agrava ano a ano, é fruto da falta de investimentos na área da segurança pública, como baixo efetivo de policiais militares e civis, além da falta de políticas públicas na área da execução penal e penitenciária.

 

Sobre o autor

Graduando em Administração de Empresas pela UFG - Campus Goiânia, crítico das práticas politiqueiras e absolutamente intolerante a corrupção. @regesmaia

Comments are closed.