Site continua recebendo dinheiro público para achincalhar opositores do governo estadual

0

O site Goiás 24 Horas, supostamente ligado ao governo tucano de Goiás, cujo objetivo tem sido ridicularizar opositores e críticos do governo Marconi Perillo, continua recebendo dinheiro público para fomentar suas postagens na internet. Em março de 2016, o Ministério Público de Goiás, por meio de sua representante titular da 78ª Promotoria de Justiça de Goiânia, Villis Marra, instaurou inquérito civil público para apurar possíveis irregularidades na veiculação de notícias pelo Blog, cujos teores são eminentemente difamatórios, caluniosos e injuriosos contras as pessoas que porventura possam emitir opiniões contrárias a órgãos ou secretarias do governo Estadual.

Apesar de ser alvo da ação do MP-Go, apenas nos oito primeiros meses de 2017, o Site, que tem uma média de 13,9 mil acessos únicos mensais, recebeu quase R$ 104 mil usando notas fiscais de duas empresas diferentes. Em 2015, o Goiás 24 Horas teria recebido quase R$ 140 mil do governo de Goiás, conforme mostra documento enviado ao Ministério Público pelo Grupo Executivo de Comunicação (Gecom). Em 2016, o Fundo Estadual de Comunicação (Fecom) pagou mais de R$ 172 mil para o referido Site divulgar as ações do governo estadual. Os dados estão disponíveis no site da transparência do Governo de Goiás.

Os gastos com propaganda e noticiário do Governo de Goiás têm sido motivo de indignação por parte da população goiana. Em seis anos, de 2011 a 2016, o governo tucano gastou quase R$ 850 milhões para divulgar suas ações no estado. Em 2017, em apenas 8 meses, mais de R$ 80 milhões foram empenhados para essa finalidade e R$ 38 milhões foram efetivamente pagos.

Sobre o autor

Graduando em Administração de Empresas pela UFG - Campus Goiânia, crítico das práticas politiqueiras e absolutamente intolerante a corrupção. @regesmaia

Comments are closed.