Tribunal de Justiça estaria preocupado com ingerência e fake news na eleição da lista sêxtupla da OAB/GO, diz jornal


Coluna Fio Direto, do Jornal Diário da Manhã, assinada pelo jornalista Helton Lenine, aborda o assunto e diz que supostos jornalistas estariam sendo contratados para divulgar notícias falsas para prejudicar nomes que se destacam na advocacia do Estado

0

A coluna Fio Direto do Jornal Diário da Manhã, publicada na edição desta segunda-feira, 25/11, assinada pelo jornalista Helton Lenine, destaca que autoridades do Tribunal de Justiça de Goiás estariam incomodados com a forma como alguns integrantes de entidades respeitadas do cenário goiano, como Sesc e Sesi, estariam atuando nos bastidores para tentar “emplacar” parentes na lista sêxtupla a ser formada pela OAB/GO para a vaga de desembargador do TJ-GO.

A Ordem dos Advogados goianos divulgou no último dia 31 de outubro o edital para o processo  eletivo de formação da lista sêxtupla constitucional para o preenchimento da vaga de desembargador no TJ-GO, o chamado quinto constitucional, que desta vez está destinada aos advogados.

De acordo com a coluna, supostos jornalistas estariam sendo contratados para divulgar fake news com o único objetivo de caluniar e atacar concorrentes que postulam o cargo de desembargador. Uma das vítimas do “jogo sujo”, segundo deixa escapar a coluna do Diário do Manhã, seria o procurador do Estado e ex-chefe da Casa Civil do Governo Caiado, Anderson Máximo de Holanda, um dos cotados para figurar na lista sêxtupla da OAB/GO.

 

 

Sobre o autor

Graduando em Administração de Empresas pela UFG - Campus Goiânia, crítico das práticas politiqueiras e absolutamente intolerante a corrupção. @regesmaia

Comments are closed.