Vereador Clécio Alves diz que sofreu ameaça de morte dentro da Câmara, mas não apresenta provas


Parlamentar teria sido abordado por um homem desconhecido, que o teria aconselhado a parar de perseguir a secretária de Saúde de Goiânia. O episódio, no entanto, não foi presenciado por mais ninguém

0

O vereador Clécio Alves (MDB) denunciou hoje, 22, que teria sido vítima de ameças de morte. O controverso episódio, segundo o parlamentar, teria ocorrido assim que chegou à Câmara e a ameça teria partido de um homem desconhecido. Segundo a versão de Clécio, o homem o teria aconselhado a “parar de perseguir” a secretária Municipal de Saúde de Goiânia, Fátima Mrue.

Clécio, no entanto, não apresentou provas do ocorrido e nem soube dizer de quem se trata. Para o vereador, a suposta ameça poderia estar ligada ao fato de ter presidido a CEI da Saúde na Câmara, cujo relatório final pediu o afastamento da secretária e a indiciou por cinco supostos crimes cometidos no exercício da sua gestão.

Estranho, no entanto, é que a ameaça só tenha ocorrido agora, depois de finalizado os trabalhos da comissão e com o relatório já votado. O ideal, no entanto, é que a polícia apure o caso.

 

Sobre o autor

Graduando em Administração de Empresas pela UFG - Campus Goiânia, crítico das práticas politiqueiras e absolutamente intolerante a corrupção. @regesmaia

Comments are closed.