Connect with us

Política

Blogs investigados na Operação Sofisma alegam censura, mas na realidade estão sendo investigados por corrupção

Ação da Polícia Civil tem o objetivo de desvendar um esquema de corrupção operado entre os anos de 2015 e 2017 dentro da estrutura de comunicação do Governo de Goiás e que consistia no direcionamento de verbas públicas para sites e blogs ligados ao grupo que comandava o executivo estadual.

Published

on

Os sites e blogs investigados pela Polícia Civil de Goiás no âmbito da Operação Sofisma, cujo objetivo é desvendar um esquema de corrupção operado entre os anos de 2015 e 2017 dentro da estrutura de comunicação do Governo de Goiás e que consistia no direcionamento de verbas públicas para sites e blogs ligados ao grupo que comandava o executivo estadual, buscam associar a ação policial a uma possível censura para cassar-lhes o direito à liberdade de imprensa. Não vai colar.

Os blogs nunca tiveram tolhido o direito constitucional à livre expressão e opinião, muito menos sofreram quaisquer resquícios de constrangimento que pudessem caracterizar qualquer tipo de censura que ferisse a liberdade de imprensa. Ao contrário disso, sempre usaram seus canais para divulgar fake news e atacar reputações de adversários de Marconi Perillo e críticos ao seu governo.

A linha editorial dos blogs, se é que existia, consistia em tripudiar e achincalhar, usando de linguagem jocosa e chula, pseudos adversários políticos do tucanato e autoridades ligadas ao Ministério Público de Goiás, como o promotor Fernando Krebs, por exemplo, que por mais de uma vez conseguiu na justiça a retratação pública dos veículos investigados, justamente por ataques à sua honra e reputação.

De acordo com a denúncia enviada a Polícia Civil, o Ministério Público alega que durante o governo do tucano Marconi Perillo os blogs investigados receberam vultosas verbas públicas para disseminar factoides em favor do Governo de Goiás e outros atacando os adversários dos então mandatários do Estado, com cunho eminente político e sem nenhum conteúdo institucional. O valor muito acima do mercado pago aos blogueiros e o direcionamento das mídias para esses sites, o que suscita a ocorrência de um esquema de favorecimento e corrupção dentro da estrutura de comunicação do então Governo de Goiás, é que motivaram as investigações.

Copyright © 2020 - Nos Opinando - Liberdade de opinião em primeiro lugar. Shared By Fancy Text Generator