Connect with us

Política

Caiado reage a Bolsonaro e diz que medidas tomadas por ele em Goiás vão continuar. Se preciso, recorrerá ao STF e ao Congresso

O democrata se pronunciou em entrevista coletiva na manha desta quarta-feira, 25, depois que o presidente Jair Bolsonaro, em pronunciamento em cadeia de rádio e televisão, criticou o isolamento social proposto pelos governadores, conclamando o povo a deixar a quarentena

Published

on

Em entrevista coletiva na manhã desta quarta-feira, 25, o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, disse que o momento exige coragem, humildade e serenidade e que as medidas já tomadas por ele, via dos decretos editados, vão continuar enquanto necessário for para o controle da pandemia de coronavírus em Goiás.

“Decreto assinado por mim vai prevalever em Goiás. Sei calibrar corretamente as decisões que terei que tomar. Usar a tese que teremos colapso econômico de grandes proporções é querer colocar na balança a vida e a sobrevivência da economia. Podemos fazer as duas coisas e cabe a um líder criar condições de diminuir as dificuldades”, afirmou.

No pronunciamento de ontem à nação, Bolsonaro criticou as medidas de isolamento social adotadas pelos governadores e pediu à população que volte à sua rotina normal, alegando que haverá graves prejuízos econômicos se persistir o que chamou de histeria. As ações criticadas pelo presidente da República são justamente as tomadas por Ronaldo Caiado em Goiás.

“Não cabe a mim como governador jogar responsabilidade em prefeitos. A responsabilidade é minha e eu assumo. Não me acovardarei diante deste momento. É agora que se exige o que se espera de um lider e estadista. Humildade, serenidade e coragem”, reagiu.

Copyright © 2020 - Nos Opinando - Liberdade de opinião em primeiro lugar. Shared By Fancy Text Generator