Connect with us

Política

Diferente do que diz Kajuru, blogs investigados na Operação Sofisma jamais sofreram censura

O senador de Goiás se manifestou em áudio divulgado no site Goiás24Horas, um dos investigados na operação que busca desvendar um milionário esquema de corrupção estruturado dentro da comunicação do Governo de Marconi Perillo, durante os anos de 2015 a 2017, pelo menos.

Published

on

Induzido ao erro ou por pura má-fé, o senador Jorge Kajuru, que permanece apagado no Congresso Nacional, saiu em defesa do site Goiás24Horas, insinuando que o veículo de comunicação digital estaria sendo vítima de censura à imprensa. O canal, supostamente ligado ao Governo de Marconi Perillo, é um dos três canais digitais que estão na mira da Polícia Civil de Goiás, que no último dia 23/01 deflagrou a Operação Sofisma, cujo objetivo é desvendar um esquema de corrupção operado entre os anos de 2015 e 2017, pelo menos, dentro da estrutura de comunicação do Governo de Goiás e que consistia no direcionamento de verbas públicas para sites e blogs ligados ao grupo que comandava o executivo estadual.

De acordo com a denúncia enviada à Polícia Civil, o Ministério Público alega que durante o governo do tucano de Marconi Perillo os blogs investigados receberam vultosas verbas públicas para disseminar factoides em favor do Governo de Goiás e outros atacando os adversários dos então mandatários do Estado, com cunho eminente político e sem nenhum conteúdo institucional. O valor muito acima do mercado (até 378 vezes) pago aos blogueiros e o direcionamento das mídias para esses sites, o que suscita a ocorrência de um esquema de favorecimento e corrupção dentro da estrutura de comunicação do então Governo de Goiás, é que motivaram as investigações.

Diferentemente do que acusa o senador Jorge Kajuru no áudio postado na página do site investigado, nunca houve censura a esses canais de comunicação, que permaneceram no ar sob a égide da liberdade de imprensa, expressão e opinião e nunca foram impedidos de publicar seus posts, muitos deles, inclusive, com ataques explícitos à honra e à reputação de autoridades, políticos e jornalistas que criticavam o governo tucano em Goiás.

Não há e não houve pedidos do Ministério Público ou da Polícia Civil para retirada desses canais digitais do ar ou qualquer outro tipo de censura à veiculação de suas postagens nas plataformas digitais e/ou redes sociais.

 

Copyright © 2020 - Nos Opinando - Liberdade de opinião em primeiro lugar. Shared By Fancy Text Generator