Connect with us

Política

O ocaso moral de um governo: Marconi Perillo deve indicar cunhado para cargo vitalício no TCM

Published

on

Matéria divulgada pelo jornal O Popular de hoje, 6, assinada pela jornalista Fabiana Pulcineli, informa que o governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), deve indicar o seu cunhado, secretário extraordinário de Articulação Política, Sérgio Cardoso, também do PSDB, para uma vaga de conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios. O cargo é vitalício e o salário atual é de R$ 30,4 mil.

A iniciativa de Perillo causou um certo desconforto no legislativo estadual e a oposição criticou a indicação. O entendimento geral é que, por tratar-se do cunhado do governador, soa imoral o nome de Sérgio Cardoso para a vaga.

A própria jornalista, em sua conta no Twitter, lembrou que o governador foi eleito em 1998 com o discurso da moralização do serviço público e contra o nepotismo. “Marconi Perillo foi eleito em 1998 com forte discurso contra a “panelinha” – a familiocracia do PMDB na época – e termina o 4º mandato, 20 anos depois, indicando o cunhado para conselheiro do TCM”, escreveu Pulcineli.

 

 

Copyright © 2020 - Nos Opinando - Liberdade de opinião em primeiro lugar. Shared By Fancy Text Generator