Connect with us

Artigo de Opinião

Opinião: explorar fala descontextualizada de Iris Rezende é deslealdade com a história do emedebista

Ao falar a jornalistas sobre as medidas que foram tomadas pela Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia para o enfrentamento à pandemia do Coronavírus, o prefeito iniciou dizendo que “Goiânia é uma cidade protegida por Deus”. A frase ganhou ênfase e o restante das colocações do emedebista foram ignoradas

Published

on

Iris Rezende tem 61 anos de ilibada vida pública. Já foi vereador, deputado estadual, prefeito de Goiânia por quatro mandatos, governador de Goiás por duas vezes, senador da República, Ministro da Justiça e da Agricultura. Já ganhou e já perdeu eleições, mas nunca foi capaz de descer o nível seja no exercício de qualquer mandato eletivo ou fora dele. Nunca aceitou baixarias e tem mantido uma conduta de homem público focado no respeito às leis, à moralidade e que segue os ensinamentos professados por sua fé cristã.

Quem conhece Iris Rezende de perto, que já tenha se servido de um pão de queijo no seu gabinete, “feito com leite de vaca gir”, sabe da sua crença em um Deus que dirige sua vida e seus atos. “Tudo que eu faço, a minha vida na política, é coisa de Deus”, costuma repetir para àqueles que o visitam. O respeito aos jornalistas e profissionais da imprensa é marca indelével da sua personalidade.

Movido por essa fé, o prefeito Iris Rezende, em entrevista concedida na manhã desta quinta-feira, 12/03, em evento de entrega de veículos para os conselhos tutelares de Goiânia, quando perguntado sobre as medidas adotadas pela saúde municipal para o enfrentamento da pandemia do Coronavírus na capital, inciou sua resposta reivindicando a sua fé inata, que ele jamais escondeu de ninguém.

“Olha, Goiânia é uma cidade protegida por Deus”, disse o prefeito, para logo mais adiante esclarecer que “as unidades de saúde estão devidamente preparadas para qualquer eventualidade ou qualquer sinal, para que o atendimento seja imediato e competente” e que tem investido em treinamento dos funcionários. Apenas a primeira frase, no entanto, foi explorada por alguns da imprensa e as redes sociais trataram de dar uma conotação de desdém à fala do prefeito.

As ações do prefeito Iris Rezende, enquanto gestor público, são indiscutivelmente de excelência. Ao assumir, em 2017, o emedebista recebeu o município numa difícil situação fiscal e financeira. Com dívidas imediatas beirando R$ 1 bilhão, déficit mensal de R$ 31 milhões e uma folha da saúde em aberto, Iris iniciou um intenso trabalho para recuperar as contas públicas da prefeitura e reaver as condições de investimentos. Três anos depois, Goiânia foi transformada em um grande canteiros de obras com investimentos que devem ultrapassar R$ 1 bilhão apenas em 2020.

Com as contas reequilibradas, o prefeito iniciou o processo de valorização do servidor, concedendo data-base e autorizando o pagamentos de progressões. Depois de chamar mais de 6 mil servidores da educação, Iris autorizou novo concurso para 1.531 vagas. O município hoje é um case de sucesso internacional. Foi a única cidade do país a ter a nota elevada pela Secretaria do Tesouro Nacional. Em 2019, investiu mai de R$ 1,3 bilhão na área da saúde do município.

Por tudo isso e por toda história do homem público Iris Rezende, que continua escrevendo com dignidade e probidade as linhas certas da sua vida política, é deslealdade a exploração pejorativa de uma fala que carregou, a meu ver, o seu mais sincero desejo de um prefeito preocupado com seu povo, que é acreditar na força divina complementando as suas ações práticas, próprias de um gestor responsável.

Assista o vídeo completo da entrevista do prefeito Iris Rezende

 

Copyright © 2020 - Nos Opinando - Liberdade de opinião em primeiro lugar. Shared By Fancy Text Generator