Connect with us

Política

Para conter pandemia, Governo de Goiás propõe fechamento alternado de 14 x 14 dias e o rastreamento de contatos

Proposta se baseia em estudos realizados pela Universidade Federal de Goiás e tem o objetivo de permitir que o sistema público de saúde absorva os doentes de Covid-19. A previsão é que, com esse lockdown alternado, cerca de 10 mil vidas sejam salvas

Published

on

Em videoconferência com representantes dos três poderes e prefeitos dos municípios goianos, o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, propôs o fechamento alternado do comércio e demais atividades econômicas  como medida essencial para conter o avanço da Covid-19 no Estado. De acordo com estudos da Universidade Federal de Goiás, a medida apresentada consiste no fechamento dos segmentos econômicos por períodos alternados de 14 dias, ou seja, fecha-se tudo por um período de 14 dias e depois abre-se tudo por mais 14 dias. Isso, até o mês de setembro próximo.

De acordo com os estudos dos professores Dr. Thiago F. Rangel, Dr. José Alexandre F. Diniz-Filho e Dra. Cristiana M. Toscano, esse fechamento alternado, associado a medidas de rastreamento de contatos, que consistiria na identificação, isolamento social e monitoramento dos infectados, evitando assim que esse portador do coronavírus transmita o vírus para mais pessoas, poderia salvar até 10.283 pessoas em Goiás.

Ainda segundo o estudo, se o isolamento social em Goiás continuar no nível do atual momento, algo em torno de 34%, serão necessários cerca de dois mil leitos de UTI para atender a demanda de infectados por Covid-19 no Estado, número muito distante da realidade.

Adotando-se o fechamento intermitente por períodos de 14 dias, a estimativa é que os óbitos por Covid-19 em Goiás sejam reduzidos em até 61,5%. Já com o isolamento social 14 x 14, somado à medida de rastreamento de contato, a previsão é que a redução do número de mortes alcance 76,5%.

 

Copyright © 2020 - Nos Opinando - Liberdade de opinião em primeiro lugar. Shared By Fancy Text Generator