Connect with us

Artigo de Opinião

Ranking universitário: UEG despenca e está entre as piores do país.

Published

on

A Universidade Estadual de Goiás vem sofrendo um profundo processo de sucateamento e as consequências disso pode ser sentida no ranking universitário Folha, divulgado esta semana. A Universidade de Goiás, que no ano passado alcançou a 113º lugar, agora ocupa a 141ª posição, bem atrás da Universidade Federal de Goiás – UFG, que alcançou a 17ª posição, e a própria PUC Goiás em 114º lugar no ranking.

A UEG está entre as 15 piores universidades públicas do país e muito disso se deve a má gestão da instituição, agravada pela falta de investimentos do poder público. No quesito “Ensino”, a UEG levou a nota 3,29. A título de comparação: a UFG ganhou 27,52 e a PUC, 7,16. Essa nota é dada com base em quatro indicadores: proporção de docentes com mestrado e doutorado; professores com dedicação integral e parcial; a nota no Enade; e a opinião, coletada pelo Datafolha, de 726 professores escolhidos pelo MEC.

Para se ter uma ideia da falta de interesse do Governo Marconi Perillo com a Universidade Estadual, em junho próximo passado o Governador assinou decreto autorizando a UEG a contratar 102 professores universitários ao custo mensal de R$ 1 mil cada um, pouco mais de um salário mínimo. A estrutura física das várias unidades da Universidade estão literalmente caiando aos pedaços. Rachaduras, infiltrações e falta de acessibilidade são alguns dos graves problemas enfrentados pelos alunos e professores da instituição.

Continue Reading

Copyright © 2020 - Nos Opinando - Liberdade de opinião em primeiro lugar. Shared By Fancy Text Generator