Connect with us

Política

Suspeito de ter sido beneficiado com desvios de verbas no Governo Marconi, o conselheiro do TCE-GO Kennedy Trindade foi relator das contas do tucano de 2011 e 2013

Documentos apreendidos na Operação Sofisma, da Polícia Civil de Goiás, e depoimentos do publicitário Carlitos Ramos Verano apontam para uso de verba publicitária do governo estadual para pagamento de contas de energia de duas fazendas do conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE-GO) Kennedy Trindade. As informações são do jornal O Popular.

Published

on

Suspeito de ter se beneficiado do desvio de verbas publicitárias do Governo Marconi Perillo (PSDB), em 2016, o conselheiro do Tribunal de Contas do Estado de Goiás Kennedy Trindade foi o relator das contas do governador referentes aos exercícios de 2011 e 2013. Na época, Marconi Perillo estava no curso do seu terceiro mandato à frente do executivo goiano.

De acordo com reportagem do jornal O Popular, em matéria assinada pela jornalista Fabiana Pulcineli, Kennedy Trindade teve contas de luz pagas com recursos desviados de verbas publicitárias em 2016. Segundo a matéria, teriam sido pagas 15 faturas de contas de luz da antiga Celg (hoje Enel) em nome do conselheiro, totalizando um valor de R$ 24.644,15.

As suspeitas de favorecimento estão sendo apuradas pela Polícia Civil de Goiás no curso da Operação Sofisma, deflagrada em janeiro último, cujo objetivo é desvendar um esquema de corrupção operado entre os anos de 2015 e 2017 dentro da estrutura de comunicação do Governo de Goiás e que consistia no direcionamento de verbas públicas para sites e blogs ligados ao grupo que comandava o executivo estadual.

As contas de 2013 do então governador Marconi Perillo, relatadas por Trindade, apresentam inconsistências apontadas pela área técnica do Tribunal, como déficit orçamentário, não cumprimento das metas de resultados primário e nominal e utilização indevida dos recursos da conta centralizadora, que naquele ano apresentava saldo negativo de mais de R$ 800 milhões. Mesmo assim, o relator opinou pela emissão de Parecer Prévio favorável à aprovação das Contas daquele exercício, sem ressalvas, emitindo 11 determinações ao Governo de Goiás.

 

Copyright © 2020 - Nos Opinando - Liberdade de opinião em primeiro lugar. Shared By Fancy Text Generator